Promoção Comissão da Verdade: 30% de desconto nos livros sobre a ditadura militar e de autoria de Maria Rita Kehl

A Boitempo oferece promoção especial para saudar a instalação da Comissão Nacional da Verdade (cuja solenidade de posse aconteceu ontem pela manhã, em Brasília), que conta com a participação da psicanalista Maria Rita Kehl, autora de diversas obras publicadas pela editora. De 16 a 23 de maio de 2012, nas compras feitas diretamente com a editora, livros que abordam a ditadura militar brasileira e de autoria de Maria Rita Kehl poderão ser adquiridos com 30% de desconto.

Maria Rita Kehl foi jornalista entre 1974 e 1981, tendo publicado artigos em diversos jornais e revistas de São Paulo e do Rio de Janeiro. Editou a seção de cultura nos jornais Movimento e Em Tempo, periódicos de oposição à ditadura militar. É formada em psicologia pela Universidade de São Paulo (USP) onde realizou pesquisa de mestrado em psicologia social, com a dissertação “O Papel da Rede Globo e das Novelas da Globo em Domesticar o Brasil Durante a Ditadura Militar”, e doutora em psicanálise pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Atua desde 1981 como psicanalista em clínica de adultos em São Paulo e, desde 2006, na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Guararema (SP). É autora de O tempo e o cão (Boitempo, 2009), ganhador do prêmio Jabuti de Melhor Livro do Ano de Não Ficção em 2010; da coletânea de crônicas e artigos 18 crônicas e mais algumas (Boitempo, 2011) e Videologias: ensaios sobre a televisão (Boitempo, 2004 – em coautoria com Eugênio Bucci), entre outros. É colunista esporádica do Blog da Boitempo. Leia textos da psicanalista sobre a ditadura militar brasileira clicando aqui.

Em 2010 a Boitempo publicou a coletânea O que resta da ditadura: a exceção brasileira, organizada pelos filósofos Edson Teles e Vladimir Safatle. O livro reúne uma série de estudos que apresentam diversas perspectivas para as reminiscências da ditadura militar no Brasil contemporâneo. Dentre os autores, estão Jaime Ginzburg, Jeanne Marie Gagnebin, Paulo Arantes, Ricardo Lísias, Tales Ab’Saber e a própria Maria Rita Kehl. Confira abaixo seleção de títulos sobre a ditadura militar.

O contato para a compra dos livros com desconto deve ser feito para o e-mail vendas01@boitempoeditorial.com.br, com o assunto “Promoção Comissão da Verdade”. O pedido deve conter o endereço completo (com CEP) para cadastro como cliente e cálculo do frete (para pedidos abaixo de R$ 150,00 líquido), além do número do RG e CPF. Nas compras acima de R$150,00 o frete será grátis para todo o país. O pagamento será feito por meio de depósito em conta corrente a ser posteriormente informada. A promoção está sujeita à disponibilidade dos livros em estoque. Caso o título solicitado esteja em falta, o comprador será informado antes da conclusão do pedido.

Relação dos livros com desconto: 

  • O tempo e o cão: a atualidade das depressões – Maria Rita Kehl – R$27,30 [ebook por R$20]
  • 18 crônicas e mais algumas – Maria Rita Kehl – R$21 [ebook por R$15]
  • Videologias: ensaios sobre a televisão – Maria Rita Kehl e Eugênio Bucci – R$30,10 [ebook por R$22]
  • O que resta da ditadura: a exceção brasileira – Edson Teles e Vladimir Safatle (orgs.) – R$36,40 [ebook por R$26]
  • Dos filhos deste solo: mortos e desaparecidos políticos durante a ditadura militar – a responsabilidade do Estado – Nilmário Miranda e Carlos Tibúrcio – R$26,60
  • Cães de guarda: jornalistas e censores, do AI-5 à Constituição de 1988 – Beatriz Kushnir – R$36,40
  • Caparaó: a primeira guerrilha contra a ditadura – José Caldas da Costa – R$36,40
  • Memórias – Gregório Bezerra – R$51,80 [ebook por R$35]
  • Soledad no Recife – Urariano Mota – R$20,30 [ebook por R$10]
  • Ousar lutar: memórias da guerrilha que vivi – José Roberto Rezende e Mouzar Benedito – R$24,50

http://boitempoeditorial.wordpress.com/2012/05/16/promocao-comissao-da-verdade/

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.