CNE: Relatora divulga parecer sobre a polêmica Lobato e ganha merecidas homenagens

A Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) vem a público parabenizar e solidarizar-se com a professora Doutora Nilma Lino Gomes, Conselheira da Câmara de Educação Básica do CNE, pelo reexame do Parecer CNE/CEB nº 15/2010.

A discussão suscitada pelo parecer sob crivo trouxe à baila, em todos os espaços midiáticos do Brasil, no campo literário e na formação de professores, uma discussão sobre este tema bastante caro para todos nós: o racismo à brasileira. Trouxe também para a pauta as vozes de muitos intelectuais e pensadores a respeito do racismo, do preconceito e da discriminação racial.

Muitas vezes distorcidas pela grande mídia, as orientações do parecer fizeram emergir questões há muito tempo silenciadas pela pseudo-democracia racial em que vivemos, dando origem desde ao tema do bloco carioca “Que merda é essa?” (é proibido proibir) à matéria de capa da revista “Bravo” (Racismo).

O debate por si e os avanços consequentes dele já significam nossa vitória, avanço e ampliação de nossos espaços de atuação. O reexame do parecer com orientações para que o material utilizado na Educação Básica se coadune com as políticas públicas para uma educação antirracista (parecer CNE/CEB 06/2011) ratifica no seu texto e, sobretudo no seu voto, as nossas solicitações, consolidando-se como mais um importante passo no combate ao racismo.

O texto do reexame pode ser conferido integralmente na página http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=16368:ceb-2011&catid=323:orgaos-vinculados

Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as)

Programa Ações Afirmativas na UFMG
Faculdade de Educação – FaE /UFMG – Gabinete 1666
Av. Antônio Carlos, 6627 – Pampulha
Belo Horizonte/MG CEP: 31.210-901
Tel.: (31) 3409-6188
Horário de atendimento: segunda a sexta de 14 às 18 horas
Email: acoesafirmativas@yahoo.com.br

 

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.