Caravana dos povos: como vai ser o dia 25/3

A Caravana dos Povos – mobilização de divulgação da Cúpula dos Povos – acontece no próximo domingo (25/3), em Ipanema. Ela começa no Solar Meninos de Luz, na comunidade Pavão-Pavãozinho-Cantagalo, e termina no parque Garota de Ipanema, no Arpoador, onde haverá oficinas, shows e outras atividades até o pôr do sol.

A Caravana parte às 14h30 do Solar, enquanto uma bicicletada sai às 14h do posto 12 da praia do Leblon. Pedestres e ciclistas encontram-se às 15h30 no posto 8 da praia de Ipanema, o segundo ponto de concentração.

Veja a programação:

11h: Concentração na ONG Solar Meninos de Luz para confecção de cartazes e faixas. O Solar fica na rua Saint Roman, 149, no Pavão-Pavãozinho.

14h: Saída da bicicletada do posto 12, praia do Leblon.

14h30: Partida do cortejo do Solar Meninos de Luz em direção à praia de Ipanema, ao som do Forró Pifado e passando pela praça General Osório.

15h30: Segunda concentração no posto 8 da praia de Ipanema. Encontro do cortejo com a bicicletada. (mais…)

Ler Mais

Estados amazônicos devem se reunir em Manaus para elaborar a Carta da Amazônia para a Rio+20

Vista aérea da Floresta Amazônica (Euzivaldo Queiroz)

A Carta Amazônica para a Rio+20 deve reunir estratégias de desenvolvimento sustentável para a região, baseadas nas diretrizes floresta, energia, indústria e serviços, por meio de uma gestão participativa

No início do mês de maio, os nove estados da região Norte que fazem parte da Amazônia Legal – Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão – devem elaborar a Carta da Amazônia Brasileira com as estratégias e metas de desenvolvimento sustentável para a região para ser entregue no maior evento climático mundial, a conferência Rio+20, que acontece em junho deste ano, no Rio de Janeiro.

A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira pela secretária de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas, Nádia Ferreira, durante o I Encontro de Comunicação Socioambiental do Amazonas, ocasião em que a secretária falou sobre as metas e propostas do Amazonas para a Rio+20.

“Todas as propostas devem estar voltadas para uma economia verde, no contexto do desenvolvimento sustentável e de erradicação da pobreza”, afirmou. (mais…)

Ler Mais

Cinco anos do assassinato de Gerô serão lembrados hoje

Na data em que se celebra o Dia Estadual de Combate à Tortura será lançada campanha

O artista popular Gerô foi torturado até a morte por policiais militares

Entidades que compõem o Comitê Estadual de Combate à Tortura (CECT-MA), a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Maranhão (OAB/MA), a Ouvidoria de Segurança Pública e a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH), lançam hoje (22) uma Campanha de Combate à Tortura.

Seu primeiro ato será uma panfletagem no Terminal de Integração da Praia Grande e arredores. “Aquele terminal foi um dos palcos da tortura sofrida por Gerô, é simbólico fazermos algo ali”, afirmou a psicóloga Cinthia Urbano, da SMDH.

Um ato previsto para às 18h no local, foi cancelado, por motivos de força maior, segundo a assessoria de comunicação da entidade. Diversas outras atividades estão previstas até dezembro, quando se encerra esta etapa da campanha.

A lembrança do assassinato de Gerô é justificada: o artista popular Jeremias Pereira da Silva foi torturado até a morte por policiais militares, na tarde de 22 de março de 2007. Os PMs, supostamente, teriam “confundindo”-o com um assaltante. Hoje, data de lançamento da campanha, o crime completa cinco anos. (mais…)

Ler Mais

Quais os critérios para admissão no doutorado em Comunicação da UFSM?

A carta abaixo foi endereçada ontem por Giane Vargas Escobar, candidata a uma vaga no doutorado em Comunicação Social da Universidade Federal de Santa Maria, e enviada para Orlando Fonseca, Pró-Reitor de Graduação; Carlos Alberto Ceretta, Pró-Reitor Adjunto de Pós-Graduação; e Paulo Silveira, Presidente da Comissão de Ações Afirmativas na UFSM. Uma cópia foi postada por Rubinei Silva Machado na lista do Cedefes. Vale torná-la pública. Os grifos são da autora. TP.

“Ontem, no Diário de Santa Maria, li o texto intitulado “Vestibular”, de autoria do Prof. Dr. Orlando Fonseca e diante dele faço algumas reflexões.

De fato muitas ações já se tornaram tão “naturais e normais” tanto para quem quer ingressar na UFSM ou qualquer outra Universidade quanto para quem tem o poder de selecionar, como por exemplo, uma banca de Doutorado.

Os protecionismos e os QIs ainda prevalecem e foi isto que presenciei e vivenciei no processo seletivo do qual participei na UFSM no Curso de Comunicação no início deste ano de 2012.

Aqui falo especificamente do meu caso na UFSM, ao participar de processo seletivo da primeira turma de Doutorado na UFSM, para o qual fui aprovada e selecionada como “suplente” de uma candidata que só concluiu seu Mestrado, com defesa de sua dissertação, em 16/03/12, após o início das aulas na UFSM. (mais…)

Ler Mais

Mídia pública deve combater racismo e dar voz a trabalhadores, afirmam debatedores

A representante da Comissão Nacional de Jornalistas pela Igualdade Racial (Conajira), Juliana Cézar Nunes, disse há pouco que os meios de comunicação públicos devem ser aliados da sociedade no combate ao racismo. Segundo ela, a comunicação pública, além de combater a discriminação de pessoas por etnia, cor ou raça, deve representar, em sua programação e em seu quadro de pessoal, a diversidade da sociedade brasileira.

No Seminário Internacional “Regulação da Comunicação Pública”, ela informou que estudo demonstrou que apenas 6% dos apresentadores e apresentadoras das emissoras públicas são negros. De acordo com a debatedora, as emissoras públicas têm observado os resultados desse estudo, que precisará ser refeito. Ela defendeu cotas de profissionais negros nas empresas de mídia pública. Além disso, segundo ela, deve haver orientações sobre a questão racial em manuais de jornalismo e códigos profissionais. (mais…)

Ler Mais

Sin agua no hay manglar, sin manglar no hay alimento

El manglar es  bosque, es  ecosistema y humedal,  depende del agua para su subsistencia. En los países tropicales miles de personas viven del ecosistema manglar. Sin agua ninguna forma de vida sería posible.  Sin el agua las comunidades que habitan y viven del manglar estarían en riesgo alimentario.

Cada día las familias recolectan una gran variedad de alimentos (cangrejos, camarones, conchas, peces)  fuente importante para sus medios de vida. Muchos pueblos ancestrales y  comunidades de América Latina están trabajando por la resistencia y defensa de éste  ecosistema marino costero y por la protección de los humedales y otras fuentes de agua.  Actividades como los mega proyectos hidroeléctricos, represas, desvió y uso abusivo de las aguas para regar monocultivos, contaminación y derrames de la industria petrolera, son algunas de las amenazas para las fuentes de agua y el ecosistema manglar.

Enviada por Antonio Meireles.

 

Ler Mais

I Conferência do FAOR, 26 a 29 de março, no Parque dos Igarapés – Belém do Pará

A VI Conferência do FAOR tem por objetivo central fazer uma avaliação crítica do modelo de desenvolvimento na Amazônia e atualizar sua plataforma de ação, posição política de participação do FAOR na RIO + 20 bem como potencializar um processo mais amplo de construção da resistência ao capitalismo verde.

Serão debatidas a reafirmação e consolidação de uma perspectiva política e ideológica de questionamento não somente do atual modelo hegemônico de desenvolvimento, mas reafirmando valores e experiências vivenciadas por mulheres e homens, comunidades quilombolas, povos indígenas, extrativistas, ribeirinhos, agricultores(as) familiares e camponeses, pescadores, cujos modos de vida e visões de mundo chocam-se frontalmente com a perspectiva mercadológica da vida, por partirem de outra lógica de relação com a natureza, por meio de produção e sobrevivência de maneira sustentável e de uma economia pautada na solidariedade, parâmetros fora do capitalismo, compartilhada e apoiada por diversas ONGs e movimentos sociais articulados na rede FAOR.

http://redeanaamazonia.blogspot.com.br/2012/03/vi-conferencia-do-faor-26-29-de-marco.html

Ler Mais

Defensoria Pública se reúne com representantes do Movimento Indígena no Ceará

A Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará (DPGE/CE), reafirmando o seu compromisso de garantir o acesso à justiça para toda a população do Estado do Ceará, inclusive comunidades indígenas ainda remanescentes no território cearense, promoveu reunião com representantes do movimento indígena na última terça-feira, 13 de março, na sede administrativa.

Na ocasião, foi firmado o compromisso de mapear os municípios do Estado com comunidades indígenas para, em seguida, identificar se esses municípios possuem Defensores Públicos atuantes, a fim de darem suporte a essas comunidades. Os representantes do movimento indígena devem apresentar ao Núcleo de Direitos Humanos e ações Coletivas (NDHAC), até o dia 16/03 (sexta-feira), os municípios com presença indígena. Já o NDHAC deve identificar os membros da Defensoria Pública nos municípios até o dia 09 de abril.

A DPGE também firmou o compromisso de agendar reunião com a Defensoria Pública Federal, para tratar da competência das demandas indígenas e seus consequentes encaminhamentos. Além da DPF, estão previstas reuniões com a Polícia Federal e Secretaria de Segurança Pública, para tratar da questão da segurança nas aldeias. (mais…)

Ler Mais

Portal de Agroecologia da Amazônia: um belo companheiro de luta!

Muito bem alimentado e cuidado por Vânia Regina de Carvalho, companheira do GT Combate ao Racismo Ambiental, o Portal da Agroecologia da Amazônia é mais um belo e ágil blog, parceiro de lutas e de utopias. Na sua apresentação está dito: “Somos um grupo de militantes, [email protected], agricultoras, artesãs, estudantes que trocam informações sobre políticas públicas na área de agricultura e meio ambiente e acompanham e apoiam as mobilizações sociais em defesa das mulheres, da agricultura familiar, povos indígenas e populações tradicionais”. Mas, acompanhando-o, a gente vê que o Portal vai bem além, na sua visão de mundo. Viva ele! E parabéns à Vânia!

Ler Mais