Índios isolados em risco de genocídio no Mato Grosso

Felipe Milanez

“Tucan e Monde-i estão bem”.  Esta é a última notícia da Funai, relatada por Elias Bigio, o coordenador Geral de Índios Isolados e de Recente Contato da instituição.  Os dois sobreviventes do povo kawahiva (nesse caso, eles também são conhecidos como piripkura) seguem vivendo com contato intermitente, esporádico e raro com as equipes da Funai em campo que fazem a proteção da área.

Tucan e Monde-i são dois índios que passaram a estabelecer relações pacíficas com a Funai em 2007 – antes evitavam qualquer aproximação.  Na área em que vivem, que tem o nome de Terra Indígena Piripkura, o órgão do governo tem esperança de encontrar outros sobreviventes.

Essa possibilidade se fundamenta nos relatos dos dois, e também segundo a índia Rita – uma parente deles que vivem em Rondônia, junto dos índios karipuna, desde que foi resgatada de uma fazenda.  Além de Rita, Tucan e Monde-i, não há outros kawahiva desse povo que sejam conhecidos, cuja sobrevivência esteja confirmada.  Caso sejam encontrados outros na floresta, haveria uma esperança de ressurgir este povo.
(mais…)

Ler Mais

Mais uma Comunidade Quilombola é despejada no Maranhão

A comunidade Quilombola Cruzeiro, em Palmeirândia, Maranhão, constituída por 200 famílias, teve suas plantações e todas as benfeitorias destruídas pela força policial do estado no último dia 22. Essa foi a terceira ação de despejo cumprida sobre a comunidade Cruzeiro, que já foi declarada Remanescente de Quilombo, e cujo processo pela titulação das terras já tramita no INCRA.

Uma Comissão composta de várias entidades: CPT, OAB, ANEL, PSTU, CSP/Conlutas, CONAQ, Quilombo Urbano, Jornal Vias de Fato, FETAEMA, entre outras, participaram de Audiência Judicial na cidade de São Bento – MA, onde testemunharam toda a arrogância e truculência do juiz Sidney Cardoso Ramos. Apesar dos apelos das entidades, da comunidade e dos advogados, o juiz não aceitou e determinou o cumprimento da liminar.
(mais…)

Ler Mais

Estudo mostra que Uruguaiana teve três quilombos

Estudos apresentados durante a Semana Municipal de Cultura Afro-Brasileira permitem ao professor de História e Ciências Sociais Dagoberto Alvim, 45 anos, após seis anos de pesquisa, afirmar terem existido três quilombos em Uruguaiana. Hoje, embora em número reduzido, há descendentes diretos dos líderes de cada um dos núcleos vivendo nos locais de origem. Conforme Alvim, o primeiro deles situa-se na ERS 377, no trecho de convergência com a BR 290, a 70 quilômetros da cidade.São as famílias do Rincão dos Fernandes, escravos que adotaram o sobrenome em homenagem ao padre João Vicente Fernandes.

Ler Mais

O 1º Encontro Estadual do Instituto Nacional de Cultura Afro Brasileiro (INTECAB/SP)

O 1º Encontro Estadual do Instituto Nacional de Cultura Afro Brasileiro (INTECAB/SP) inicia-se dia 27 de novembro com a apresentação das autoridades abaixo:

• Ministro Elói Ferreira – Seppir
• Presidente Elisa Lucas – Conselho Estadual de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra
• Coordenadora Roseli Oliveira – Politícas para População Negra e Indígena do Estado de São Paulo
• Maria Aparecida de Laia – CONE / Prefeitura Município de São Paulo
• Secretário Paulo Vanucci – Secretaria de Direitos Humanos/ SP
• Presidente Ivo Miguel Evangelista Santos – Conselho Municipal de Participação da Comunidade Negra de Santos
• Pai Agostinho de Ogun – MNU
• Deputado Federal Vicentinho
• Deputado Estadual Beto Trícoli

Cantos:

• Hino Nacional
• Canto da Negritude – intepretado pelo Professor Eduardo de Oliveira
• Canto do Candomblé – intepretado pelo Conselheiro Religioso Francisco d´ Oxum
• Canto da umbanda – interpretado pelo Pai Élcio de Oxalá da Escola de Curimba

O evento começa às 19hs no Centro Cultural Africano fica na rua  Anamguera 551/553- Barra Funda .

Mais informações

Rosário Medeiros (Jornalista)

Tel. 11 7422-3201 begin_of_the_skype_highlighting            11 7422-3201      end_of_the_skype_highlighting

rosario.medeiros[email protected]

http://africas.com.br/site/index.php/archives/5274?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+com/ZLVz+(AFRICAS.com.br)

Ler Mais

PLOA 2011 reduz recursos para combate à violência contra as mulheres

A execução orçamentária das ações na área de saúde que integram o II Plano Nacional de Políticas para as Mulheres é preocupante. Um dos exemplos é justamente a ação para implantação e implementação de políticas de atenção integral à saúde da mulher. Dos R$ 35,5 milhões autorizados no orçamentos de 2008, 2009 e 2010, apenas 55% foram efetivamente gastos e liquidados. Sendo que, até outubro de 2010, apenas R$ 460 mil dos R$ 9,5 milhões (4,8%) autorizados para o ano foram liquidados.

Enquanto os recursos caem, a violência contra as mulheres vai em direção contrária. A Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 registrou, de janeiro a maio de 2010, um aumento de 95,5% no número de atendimentos em comparação ao mesmo período do ano anterior. Foram 271.719 atendimentos, deles 51.354 relatos de violência. Os dados são reforçados pelo “Mapa da Violência – 2010. Anatomia dos Homicídios no Brasil”, do Instituto Sangari. Com base nos dados do DATASUS, o estudo mostrou que, de 1997 a 2007, 41.532 mulheres foram vítimas de homicídios. São mais de dez mortes por dia. (mais…)

Ler Mais

Unicef lança campanha sobre impactos do racismo na infância

Nesta segunda-feira, 29 de novembro, às 10h, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir), lança a campanha Por uma infância e adolescência sem racismo – Valorizar as diferenças na infância é cultivar igualdades. A ação tem o objetivo de alertar sobre os impactos do racismo na infância em todo o País.

O evento acontece no auditório do Ministério da Educação, em Brasília, e contará com a presença da representante do UNICEF no Brasil, Marie-Pierre Poirier, do ministro-chefe da Seppir, Eloi Ferreira de Araujo, da subsecretária nacional de promoção dos direitos da criança e do adolescente da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) e do presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e de representantes do Ministério da Educação (MEC). Além das autoridades, o evento contará com a participação do ator Lázaro Ramos, embaixador do UNICEF no Brasil, de representantes de movimentos negro e indígenas e de adolescentes de escolas públicas do Distrito Federal. (mais…)

Ler Mais

Classe D já é o dobro da A nas universidades

A classe D já passou a classe A no número total de estudantes nas universidades brasileiras públicas e privadas. Em 2002, havia 180 mil alunos da classe D no ensino superior. Sete anos depois, em 2009, eles eram quase cinco vezes mais e somavam 887,4 mil. Em contrapartida, o total de estudantes do estrato mais rico caiu pela metade no período, de 885,6 mil para 423, 4 mil. Os dados fazem parte de um estudo do instituto Data Popular. A reportagem é de Márcia De Chiara e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 29-11-2010.

“Cerca de 100 mil estudantes da classe D ingressaram a cada ano nas faculdades brasileiras entre 2002 e 2009, e hoje temos a primeira geração de universitários desse estrato social”, observa Renato Meirelles, sócio diretor do instituto e responsável pelo estudo.

Essa mudança de perfil deve, segundo ele, ter impactos no mercado de consumo a médio prazo. Com maior nível de escolaridade, essa população, que é a grande massa consumidora do País, deve se tornar mais exigente na hora de ir às compras. (mais…)

Ler Mais

Moradores fazem cerco internacional a siderúrgica no Rio

DENISE MENCHEN

Moradores de Santa Cruz foram buscar ajuda de ONGs com atuação internacional para tentar barrar as atividades da CSA (Companhia Siderúrgica do Atlântico), inaugurada em junho no bairro da zona oeste do Rio.

As queixas contra a siderúrgica chegaram à Europa, sede da ThyssenKrupp. A empresa alemã é dona de 73% do empreendimento de cerca de R$ 14 bilhões. A Vale, com 27%, é parceira.

As reclamações vão desde o suposto envolvimento da siderúrgica com milicianos que atuam na região até danos à pesca local e a emissão no ar de um pó brilhante. Apesar de negar, a empresa não conseguiu evitar que esses assuntos chegassem aos tribunais brasileiros e a organismos internacionais.

Os principais críticos são os pescadores, que responsabilizam a dragagem da baía de Sepetiba, para a construção do porto da companhia, pela redução da pesca local. Segundo eles, metais pesados, que no passado vazaram da falida companhia Ingá, foram trazidos à tona.
(mais…)

Ler Mais

Argentina – Muy grave: podrían ser ya cuatro las muertes en la masacre de Formosa

Por la información recibida serían cuatro los muertos en la represión al pueblo Toba de Formosa. Están confirmadas las muertes del Toba Roberto López y el policía Heber Falcón. Pero al Toba Sixto Gómez se lo dio por muerto -desde un primer momento- en muchos medios.

¿Resucitó Sixto Gómez?

Seguramente no. Fuentes de la comunidad “La primavera” afirman que Sixto Gómez fue parcialmente descerebrado por un balazo policial y aparentemente mantienen su cuerpo con vida -en coma farmacológico- para evitar un mayor costo político a causa de la brutal represión. (mais…)

Ler Mais

Mujeres, violencia y sociedad de consumo

“La mujer es el negro del mundo. La mujer es la esclava de los esclavos” – John Lennon

Si la ONU destacó una fecha precisa a la eliminación de la violencia contra las mujeres, es en razón que este problema no es una cuestión menor, sino que anida profundamente en concepciones y creencias arraigadas por siglos. La instauración del día, hizo visible y puso sobre el tapete en una dimensión más amplia, una lacra socialmente aceptada y culturalmente reiterada en la casi clandestinidad, contra la cual, muchas, venían luchando en cierta soledad y falta de comprensión. ¿A qué obedecían estos comportamientos? ¿Cómo o por qué aceptamos, tamañas discriminaciones o violaciones a los más elementales derechos humanos y a la dignidad de las mujeres? (mais…)

Ler Mais