Firmas por los Normalistas de Michoacán

Circula la siguiente carta de apoyo a los estudiantes normalistas agredidos el pasado 15 de octubre. Si están de acuerdo con el contenido, favor de enviar sus firmas al correo: [email protected]hotmail.com

Ciudad de México,25 de octubre de 2012

A la opinión pública

Ante los hechos ocurridos el pasado 15 de octubre en las escuelas Normales de Tiripetío, Cherán y Arteaga, en el estado de Michoacán, en los que la Policía Federal Preventiva (PFP) y elementos de la Policía Estatal, ingresaron a los planteles con lujo de violencia, utilizando incluso armas de fuego, de acuerdo a testimonios de los estudiantes y a las imagenes difundidas, los abajo firmantes reprobamos las violaciones a los derechos humanos y a las garantías individuales que se cometieron en los operativos. (mais…)

Ler Mais

Apelo dos Guarani-Kaiowá ecoa na comunidade internacional

Cinco mil cruzes foram colocadas em frente ao Congresso na sexta-feira, em protesto que simboliza a morte dos índios Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Em cartas públicas, populações indígenas pedem que seja decretada sua “morte coletiva” em vez de emitida ordem de despejo. O problema de demarcação de terras que existe desde os anos 70 ganhou atenção internacional.

Nas últimas semanas, documentos assinados por integrantes do povo indígena Guarani-Kaiowá que vive no Mato Grosso do Sul circularam na imprensa e nas mídias sociais. O mais comovente deles foi divulgado no início do mês, em resposta a uma ordem judicial de reintegração de posse de uma fazenda no município de Iguatemi. A carta assinada por indígenas Guarani-Kaiowá da comunidade de Pyelito Kue pede que a justiça decrete a “morte coletiva” dos indígenas em vez da expulsão de seu território tradicional. (mais…)

Ler Mais

Financiamento definitivo de Belo Monte sai até dezembro

Irany Tereza | Agência Estado

A construção da hidrelétrica de Belo Monte, que obteve nos últimos dois anos quase R$ 2,9 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em dois empréstimos-ponte, terá o financiamento definitivo aprovado pela instituição financeira até o início de dezembro. O montante ficará entre R$ 21 bilhões e R$ 22 bilhões e a operação contará com a participação da Caixa Econômica Federal e do Banco BTG Pactual como garantidores de parte do empréstimo, de acordo com fonte ouvida pela Agência Estado.

A maior parte do financiamento, entre R$ 13 bilhões e R$ 14 bilhões, terá risco assumido pelo próprio BNDES. A Caixa, que participou da operação do segundo empréstimo-ponte (de R$ 1,8 bilhão, aprovado em março) vai assegurar entre R$ 5,5 bilhões e R$ 6 bilhões. Uma parcela menor, entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2 bilhões, será garantida pelo BTG Pactual, que participou do primeiro empréstimo-ponte (de R$ 1,087 bilhão, em 2010). Mas, todo o funding será do banco de fomento. (mais…)

Ler Mais

Aberta chamada de seleção de projetos sobre gênero, mulheres e feminismo

Pesquisadoras e pesquisadores com projetos nas áreas científica e tecnológica, que visem contribuir para o desenvolvimento do País nas temáticas de gênero, mulheres e feminismos têm até 14 de novembro para enviar as propostas ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Será a IV Chamada do Edital Relações de Gênero, Mulheres e Feminismos.

O objetivo da iniciativa é selecionar propostas de projetos que estimulem e fortaleçam a produção de pesquisas e estudos com as seguintes abordagens: classe social, geração, raça, etnia e sexualidade. A chamada pública pretende contemplar pesquisadoras e pesquisadores em início de carreira e a distribuição regional de recursos.

Inserido nas ações do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (http://www.sepm.gov.br/pnpm/livreto-mulher.pdf ) , a chamada também reservará recursos específicos para pesquisas voltadas às temáticas das relações de gênero no campo e na floresta. (mais…)

Ler Mais

Indígenas do AM são incentivados a participar de prêmio nacional

Além do apoio na divulgação, a Seind vai realizar oficinas nas regiões do Baixo Amazonas, Purus, alto Solimões, Manaus, alto rio Negro e Região Metropolitana de Manaus, para ajudar na elaboração de iniciativas indígenas, cujas propostas deverão concorrer ao prêmio

As comunidades indígenas do Amazonas começam a ser mobilizadas pelo Governo do Estado para participar da 4ª. Edição do Prêmio Culturas Indígenas. O edital do certame, que vai premiar 100 projetos voltados às práticas que valorizem as culturas tradicionais dos povos indígenas, já foi publicado pelo Ministério da Cultura (MC) e as inscrições começam no dia 5 de novembro e vão até 5 de fevereiro de 2013.

Técnicos da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind) estiveram nos municípios de Tabatinga, Benjamin Constant e Atalaia do Norte para apresentar informações básicas sobre o prêmio às comunidades do alto Solimões. Aproximadamente 60 indígenas dos povos Tikuna, Kokama, Marubo, Mayoruna e Matis participaram das reuniões.  (mais…)

Ler Mais

Rede de prostituição ataca com falsas promessas crianças e adolescentes no Amazonas

Francisca Farias chora o desaparecimento da filha, Raquel, que no último contato se limitou a dizer que alguém havia prometido viagens e equipamentos eletrônicos. O pai já pensou em suicídio (Euzivaldo Queiroz)

Náferson Cruz

Documentos relatam casos de aliciamente até nas dependências de uma igreja evangélica de Iranduba. Grupo identificado como ‘Fênix’ atrai vítimas com falsas promessas e as deixa em ‘casas de massagem’ de Manaus

Uma rede de prostituição identificada como  grupo “Fênix” está recrutando adolescentes e crianças no município de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus) para trabalhar em  prostíbulos da capital amazonense. Nos últimos 40 dias, oito casos foram registrados na 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP). (mais…)

Ler Mais

Ministra do Meio Ambiente diz que normatização do Código Florestal será feita por decreto presidencial

Marli Moreira e Bruno Bocchini
Repórteres da Agência Brasil

São Paulo – A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse ontem (25), que os regulamentos necessários ao Código Florestal serão feitos por decreto presidencial. De acordo com ela, portarias, e questões normativas relacionadas, por exemplo, a queimadas e irrigação, serão disciplinadas – de forma geral – pelo Executivo federal, e as especificidades pelo Poder Executivo estadual e conselhos estaduais de meio ambiente.

“Se tem temas no Código Florestal que precisam de regulamentos, esses regulamentos serão feitos no âmbito do Executivo federal para a norma geral e serão feitos, dentro da especificidade, pelos estados, via conselhos estaduais de meio ambiente, ou atos do próprio Poder Executivo estadual”, disse a ministra, após participar, em São Paulo, de reunião da Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade. (mais…)

Ler Mais

Camponeses paraguaios bloqueiam vias e protestam contra Franco

O governo havia estabelecido que cada agricultor receberia cerca de US$250 pelas perdas sofridas com a seca

Milhares de camponeses bloquearam nesta quinta-feira (25/10) duas importantes rodovias dos estados paraguaios de Misiones e Itapúa em protesto contra o governo paraguaio, que não lhes entregou os subsídios prometidos para a próxima safra.

As autoridades haviam estabelecido que cada agricultor receberia cerca de 250 dólares pelas perdas sofridas com as plantações, duramente afetadas pela intensa seca que afeta os campos no país. No dia 5 de outubro, o presidente Federico Franco ainda prometeu que a ajuda seria depositada com urgência. (mais…)

Ler Mais

Índios mapuches encerram greve de fome após 60 dias

Após a Suprema Corte anular condenações, os quatro índios mapuches detidos no Chile encerram greve de fome

Os quatro índios mapuches detidos na penitenciária de Angol, no Chile, encerraram nesta quinta-feira (25/10) a greve de fome adotada há 60 dias, após a Suprema Corte anular, para dois deles, as condenações por tentativa de homicídio.

Paulino Levipán e Daniel Levinao foram condenados em primeira instância por porte de armas de fogo e tentativa de homicídio, após o ataque, em novembro de 2011, a um helicóptero da polícia que transportava funcionários da organização, entre os quais o general Iván Bezmalinovic. Sobre as irregularidades nos processos judiciais contra os membros da etnia mapuche, o dirigente da comunidade Wente Winkul Mapu, Daniel Melinao, destacou que a decisão da Suprema Corte “demonstrou o que vínhamos dizendo há muito tempo”.

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/25082/Indios+mapuches+encerram+greve+de+fome+apos+60+dias+.shtml

Ler Mais