Medicamentos gratuitos para hipertensão e diabetes beneficiam sete milhões de pessoas

Medicamentos gratuitos para hipertensão e diabetes beneficiam sete milhões de pessoas

Saúde Não Tem Preço oferece 11 medicamentos em mais de 20 mil farmácias

Sete milhões de brasileiros foram beneficiados com a distribuição gratuita de remédios para tratamento de hipertensão e diabetes em 2011. O investimento foi de R$ 500 milhões. A ação faz parte do Saúde Não Tem Preço, do Ministério da Saúde. Desde fevereiro do ano passado, o ministério passou a disponibilizar 11 medicamentos para diabetes e hipertensão. No mês da implantação, o número de pacientes atendidos aumentou de 853 mil para mais de um milhão. Só em novembro, o programa atendeu mais de três milhões de diabéticos e hipertensos.

O aumento do acesso provocou a expansão dos pontos de retirada dos medicamentos. A rede de empresas credenciadas ao programa Aqui Tem Farmácia Popular cresceu 35,7% ao longo do ano, chegando a mais de 20 mil farmácias e drogarias que, juntamente com as 555 unidades da rede própria de farmácias do governo, abrangem 3.299 municípios, sendo 970 de extrema pobreza.

Farmácia Popular – O Saúde Não Tem Preço vem impulsionando a ampliação geral do programa Aqui Tem Farmácia Popular. O número de pessoas atendidas pelo programa como um todo cresceu 201%, saltando de 1,2 milhão em janeiro para 3,8 milhões em novembro. Além dos medicamentos gratuitos para diabetes e hipertensão, o programa oferece outros 14 produtos com até 90% de desconto, para o tratamento de doenças que atingem a população brasileira, como asma, osteoporose, rinite, colesterol, doença de Parkinson e glaucoma, além de disponibilizar anticoncepcionais e fraldas geriátricas para incontinência.

A região Norte apresentou maior crescimento no número de beneficiados ao longo do ano passado, em relação ao restante do País: 882%, passando de 7.713 em janeiro para 75.704 em novembro. O percentual foi estimulado principalmente pelo estado de Roraima, que teve 15.400% de aumento – passou de 23 para 3.565 pacientes atendidos. Destaque também para a região Centro-Oeste, onde o número de beneficiados cresceu 738% desde o início de 2011, e para o Nordeste, onde o aumento foi de 483%. Nas regiões Sul e Sudeste, o crescimento foi de 327% e 203%, respectivamente.

Orientações
Para comprar na Farmácia Popular, é necessário apresentar CPF, documento com foto e receita médica.

Dúvidas, Disque-Saúde (196) ou pelo e-mail [email protected]

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.