‘PF encontra corpos de jovens que desapareceram após atirarem contra índios’

Por Wesley Santiago, em Olhar Direto

Os homens da Polícia Federal conseguiram encontrar, no último sábado (12), os corpos de Marciano Cardoso Mendes, 27 anos e Genes Moreira dos Santos, 24 anos, que desapareceram na última quarta-feira (09), após furarem um pedágio dos índios da etnia Enawenê Nawê, na BR-174, sentido Juína/Vilhena.

De acordo com as informações, o corpo dos homens foi encontrado em uma região de mata, próximo a aldeia indígena. A Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) confirmou ao Olhar Direto que os rapazes foram encontrados e que já passaram por exames de necropsia. Porém, não foi informada a causa da morte.

O caso, que está sendo conduzido pelo delegado federal Hércules Ferreira Sodré, que atua junto a Delegacia de Defesa Institucional em Mato Grosso, continuará a ser investigado até que os responsáveis sejam presos. Segundo as informações, a dupla saiu de Juína (754 km de Cuiabá), com destino ao Estado de Rondônia para comprar roupas e revender na cidade.

De acordo com o site Juína News, os homens estavam em uma caminhonete F-1000 quando efetuaram disparos contra o pedágio dos manifestantes. Eles teriam fugido, mas foram alcançados e presos pelos índios, que os desarmaram e os levaram para a aldeia.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.