Candomblé é proibido em Piracicaba

Uma observação: recebemos esta notícia e confirmamos a publicação na fonte citada ao pé dela. Entretanto, a leitora Gabriela Pessoa (a quem agradecemos) escreveu informando que o prefeito vetou o projeto, já que era inconstitucional.  E Renata Maria Fantim (a quem igualmente agradecemos) nos enviou o link para a notícia informando que a Câmara dos Vereadores acatou o veto (ver AQUI). Não gosto de ver o blog se equivocando, mas, por outro lado, nas (felizmente pouquíssimas) vezes que isso acontece, é um prazer verificar a atenção e o cuidado de [email protected]! Acho que mostra o quanto estamos [email protected] na luta! TP.

Maurílio Ferreira da Silva*

No interior de São Paulo, a assembléia de Inquisidores Evangélicos passou por cima da Constituição que garante aos brasileiros liberdade religiosa e aprovou por unanimidade uma lei proibindo a prática do candomblé, religião essa que é brasileira por criação. Lá em Piracicaba/SP, os seguidores desta religião terão que ir a outro município para professar sua fé ou pagarão multa no valor de R$ 2.000,00 e R$ 4.000,00 se houver reincidência. Vereadores de vários partidos se sentiram a vontade para aprovar esta lei sob o comando do prefeito psdbista Barjas Negri.

A Câmara Municipal de Piracicaba/SP, por unanimidade, com o apoio dos vereadores dos seguintes partidos: PT, PDT, PP, PPS, PTB,PR, PMDB, PRB, PSDB, aprovou em 7/10, o PL 202/2010 do vereador Laércio Trevisan (PR).

Comentários em Piracicaba informam que o referido PL é parte de um MOVIMENTO chamado “ALIANÇA PARA A SUPREMACIA CRISTÔ, que tem por objetivo levar este projeto a outras cidades do Estado de São Paulo, depois, independente de quem seja eleito, encaminhar para a Câmara dos Deputados, através de deputados federais dos partidos envolvidos. Estes deputados, no momento, são mantidos no anonimato.

O referido PL aguarda sanção ou veto do Sr. Prefeito Municipal Barjas Negri. Por favor mandem e-mail, telefonem para o prefeito/secretário de governo e demais autoridades solicitando o veto ao PL, tendo em vista que o referido PL, entre outras coisas, atenta contra a liberdade religiosa e fomenta o racismo.

*Movimento Negro Unificado – Campinas/SP/ Presidente do Secretariado de Negros do PSDB Campinas/SP, Membro da Comissão de Religiosos de Matrizes Africanas de Campinas e Região- CRMA

Candomblé é proibido em Piracicaba

Enviada por Attila Silva.

Comments (17)

  1. Venho nesse espaço trazer,uma informação de grande importância que se não caiamos nessa de que tem pessoas lutando pela religião pelo contrario , são dessas pessoas que devemos nos proteger. O mundo, mudou e com ele todas as coisas em sua volta, é hora de vencermos através do AMO, da SAÚDE ,PROSPERIDADE e da FARTURA. Que Olorum nos abençõe.ASÈ pra quem é do ASÈ,Bença pra quem é de Bença, Kolofé pra quem é de kolofé

  2. Deus é um só,só existem maneiras diferentes de reverencia-lo.
    nunca critiquei nenhuma religião,mas ja que é pra acrescentar,não aguento mais aqueles evangélicos que ficam batendo de porta em porta,vendendo religiao,jesus não batia de porta em porta,quem quisesse o acompanhava,sou do candomblé nunca bateram em minha porta pedindo pra fazer trabalhos,isso é coisa de gente que não tem nada pra fazer,abs Alessandro Donald.

  3. Isso e um verdadeiro abuso a uma religiao que ja existe a mais de 6000 anos.PRECISAMOS NOS UNIR MEUIS IRMAOS E IRMAS PARA DAR UM FIM A ESSES POLITICOS CORRUPTOS E A ESSES PASTORES E PASTORAS QUE ACHAM QUE SAO DONOS DE TUDO!

  4. sinceramente esses que se dizem evangelicos, deveriam se preocupa com inderesses mais serios com combater a fome, melhorar a saude, educação, fazer algo que combata o trafico de drogas, e não fazer merda e falarem besteira], na verdade eles estão querendo é ganhar dinheiro do suor dos outros, a constituição é seria não é brincadeira todos tem o direito de escolhar e somente Deus pode dizer o certo ou o errado, sera que esses evangelicos não te consciencia de que todos aqui estamos no mesmo barco e somos filhos do mesmo criador, sera realmente que aqui é uma nação livre de preconceitos, não adiantar colocar uma biblia debaixo dos braços e falar em nome Deus, pois se eles não sabem Deus ama a todos sem distnção de idade, raça ou religião, EU SOU UMBANDISTA E QUERO QUE RESPEITEM MINHA RELIGIÃO E QUERO TER LIBERDADE DE ESCOLHA E PODER FAZER O CERTO O ELES NÃO FAZEM SO QUEREM PREJULDICAR O SEU SEMEÇLHANTE. SARAVA A TODOS.

  5. Sem problemas, Attila. Acontece com [email protected] nós. Penso que as pessoas que acompanham o Blog sabem da seriedade, tanto nossa quanto das pessoas que nos enviam as informações que publicamos. E, como você escreveu, não deixou de ser uma oportunidade para pensarmos um pouco mais no absurdo de tudo isso.

  6. Tânia, cometi um equívoco, repliquei o post de meu querido Amigo Ney Didan,e agi na busca de dar maior visibilidade para o caso. De qualquer modo, hoje mesmo Ney me enviou mensagem dizendo que fora induzido a erro, mas como acho que nada acontece à toa, gostaria que pensássemos juntos,como em pleno Século XXI, em uma democracia e um Estado “laico”, algo tão recente foi matéria a ser objeto de interesse local em um Município do maior Estado do País e objeto de veto pelo executivo. Veto e discussão legislativa são dinheiro e tempo públicos.Pensar é uma ação histórica e até o equívoco histórico tem sua validade se pensarmos de maneira detida que a intolerância persiste insistente.Peço desculpas. Axé meus queridos.

  7. Seria interessante uma checagem para poder postar tal matéria. Porém, cabe a observação. Correu na Câmara um documento para acabar com a manifestação. Nosso país não é laico? Se liguem extremistas.

  8. Erro nosso, Gabriela. Recebemos a informação, conferimos na fonte anunciada e publicamos. Não tínhamos como saber que havia sido vetada.
    Mas agradecemos pela correção, que já inserimos no post, inclusive.

  9. Mais uma aberração que se pratica em nome da religião. Como é que pessoas que dizem pregar o amor de Cristo o fazerem a partir de ações de ódio? Tal lei fere a Constituição e nós não ficaremos calados perante mais uma demostração de fundamentalismo cristão. Estão repetindo as cruzadas onde se sentiam no direito de matar quem não se professasse cristão. A cada dia vejo que saí a tempo dessa comunidade, atualmente não vejo outras atitudes a não ser recheadas de ódio e práticas que não condizem com o que se prega. Se o Estado é laico porque tais leis?! Aonde se pretende chegar? qual o real objetivo? A um tempo atrás se propagava a religiosidade pelo amor e não pela imposição.

  10. Você tem toda a razão, Alexandre. E ela foi vetada pelo Prefeito, conforme informação da leitora Gabriela Pessoa. Já colocamos inclusive correção na notícia. Obrigada.

  11. Gabriela,
    a notícia nos foi enviada com o link apontado abaixo. Verificamos, e tratava-se de postagem do final da semana. Não atentamos para o fato de que o PL tinha data antiga. E obviamente não tínhamos como saber que havia sido vetada.
    Obrigada pela informação. Vamos fazer uma observação no post.

  12. Queria uma explicação sobre o motivo dessa notícia ter sido publicada hoje, como se fosse atual. Há algum fato novo? Obrigada

  13. Apesar dessa notícia ser de 2010 e o prefeito já ter vetado o projeto, já que é Inconstitucional, dá bem a dimensão de como o Brasil está caminhando para as trevas.

    Só não entendi por que essa notícia foi publicada hoje, depois de já ter sido vetado o projeto das trevas. Mas é bom pra que se saiba que essas coisas estão nos bastidos da nossa política.

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.