Encontro Estadual do MST em MS debate organicidade e igualdade de gênero

Mais de 300 Sem-Terras de todas as regiões estiveram presentes na atividade

Da Página do MST

Mesmo debaixo de muita chuva a animação e o compromisso com a luta se faz presente no 30° Encontro Estadual do MST de Mato Grosso do Sul “Egídio Brunetto”. O segundo dia foi marcado por um amplo debate sobre organização, resgate das lutas, conquistas dos últimos períodos e igualdade de gênero.

De acordo com o dirigente nacional do MST/MS, Jonas Carlos da Conceição, os momentos de debate deste sábado são essenciais para dar prosseguimento as ações do movimento no Estado.

“O resgate histórico nos faz refletir sobre o quanto já batalhamos e o que conquistamos e a organicidade é fundamental para darmos prosseguimento as nossas ações. Pensando juntos, trocando experiências vamos muito mais além do que imaginamos e nos fortalecemos”, afirma.

Já para a dirigente de gênero nacional do MST/MS, Atiliana Brunetto, que coordenou a plenária de mulheres, este sábado foi marcado pela luta coletiva por direitos e igualdade.

“Reunir as companheiras, ouvir seus anseios, debater o amanhã, sempre nos fortalece. Para nós essa plenária foi fundamental, pois as mulheres precisam cada vez mais se inserir nas instâncias do movimento e estar à frente das lutas que irão acontecer”, conclui.

No período da noite os Sem-Terras foram para a noite cultural com muita mística, teatro e músicas da luta. Neste domingo as atividades se iniciam pela manhã onde acontecerão os encaminhamentos finais e será definido um calendário de atividades para 2016.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.