PM é preso sob suspeita de comandar chacina que matou 4 jovens em Carapicuíba (SP)

Policial Douglas Costa, do 20º BPM (Batalhão da Polícia Militar), foi preso por ordem judicial da Justiça comum e será encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes após passar por exame de corpo de delito

Por e , Ponte Jornalismo

O policial militar Douglas Costa, do 20º BPM (Batalhão da Polícia Militar), com sede em Barueri, na Grande São Paulo, foi preso temporariamente na manhã desta quinta-feira (24) sob suspeita de ser o mandante da chacina que deixou quatro adolescentes mortos em Carapicuíba no último sábado (19).

O suspeito agiu, de acordo com a investigação, para se vingar de um roubo que ele acreditava ter sido praticado pelas vitimas contra sua mulher. Outros três homens são investigados sob suspeita de ter ajudado o militar a atirar contra os quatro jovens, que eram entregadores de pizza e foram mortos na porta do trabalho.

Matheus Morais dos Santos, de 16 anos, seu irmão, Douglas Bastos Vieira, também de 16, e seus vizinhos Carlos Eduardo Montilia de Souza, 18, e José Carlos Costa do Nascimento (conhecido como Cleiton), 17, foram executados rua Rodamis Creti, altura do número 185. Uma outra pessoa foi baleada, mas conseguiu fugir do atentado correndo.

Segundo o juiz Luiz Alberto Moro Cavalcante, do TJM (Tribunal de Justiça Militar), “o referido PM foi preso por ordem judicial da Justiça comum – e não da Justiça Miitar”. Por isso, “será encaminhado ao Presídio da Polícia Militar Romão Gomes, na zona noite da cidade, após passar por exame de corpo de delito (mera rotina de recolhimento de preso)”.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.