Indígenas acusam madeireiros por incêndios em suas terras

Graziele Bezerra, EBC

Índios acusam madeireiros por incêndios que atingem duas terras indígenas há mais de um mês. O fogo está mais avançado na terra indígena Caru, dos Guajajaras, no Maranhão. Também há focos descontrolados na terra Awá, dos índios isolados Awá Guajá.

Representantes do Cimi, o Conselho Indigenista Missionário, estão no local e relatam que os índios acreditam na possibilidade de incêndio criminoso. Isso porque as queimadas começaram logo depois que eles organizaram um grupo para impedir a recorrente retirada de madeira ilegal de suas terras.

O coordenador do PrevFogo do Ibama, Gabriel Zacarias, disse que os fatores naturais contribuem para os incêndios na região. Segundo ele, o fogo no local é recorrente no período da seca. Outro problema a seu ver é o tipo de vegetação local, de difícil combate, por ser de floresta.

Ele não descartou, entretanto, a possibilidade de ação humana. Para Gabriel Zacarias existe, sim, a hipótese de incêndio criminoso.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.