Antônia Melo: “Belo Monte talvez seja a maior tragédia prática do atual projeto de desenvolvimento do país”

Telma Monteiro: A última das “moicanas”. Minha heroína, Antônia Melo. Ouvi-la me dá uma dor imensa. Simboliza o fracasso de uma era, apesar de todas as batalhas travadas contra o monstro chamado Belo Monte. Abaixo, entrevista com Antonia Melo.

por , no Central Autônoma #74 Belo Monte

Belo Monte talvez seja a maior tragédia prática do atual projeto de desenvolvimento do país. Por isso, conversamos com Antônia Melo, líder do Movimento Xingu Vivo Para Sempre, que acabou de ser despejada de sua casa pelo consórcio administrador da usina. Ela nos contou como este fato se desenrolou e do caos que a cidade de Altamira já vivencia em seu cotidiano.

Uma das fundadoras do PT na cidade e região, Antônia denuncia todos os atropelos que marcaram o processo de liberação e execução de obras, a seu ver determinado de cima para baixo desde o início. Além disso, faz uma forte crítica às composições políticas dos governos petistas e ainda espera que a população se dê conta de todas as dimensões decorrentes da destruição do Rio Xingu.

Ouça a entrevista completa de Antônia Melo, clicando aqui

Imagem: Antônia Melo e Telma Monteiro, Encontro dos 4 Rios, em Itaituba, Pará, em agosto de 2010 (Imagem: Reprodução do blog da Telma Monteiro)

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.