No aniversário de São Paulo, Comitê convoca ato contra o genocídio da população periférica

mao_sangue (1)O ato acontecerá a partir das 09hs, na Praça da Sé, centro de São Paulo, e reivindica o fim do racismo institucional do estado brasileiro

Da Redação Brasil de Fato

Neste sábado (25), dia em que a cidade de São Paulo completa 460 anos de sua fundação, o movimento Contra o Genocídio do Povo Preto convoca um ato em protesto às execuções da população pobre, preta e periférica.

O ato acontecerá a partir das 09 horas, na Praça da Sé, centro de São Paulo, e reivindica o fim do racismo institucional do estado brasileiro. “Enquanto a PM por meio do Estado e dos playboys agem na calada ou na caruda, muitas mães sofrem, seja pela humilhação da revista vexatória nos presídios ou pela dor incondicional do luto”, diz o documento de convocatória do ato.

No documento, o movimento ainda ressalta que o Estado tem uma dívida histórica devido à proporção do genocídio indígena e africano. “Porém, juntamente com a elite branca o pagamento e o reconhecimento dessa dívida estão sendo efetivado da pior maneira possível, com a continuação do tratamento colonial, inclusive com TORTURAS e as piores condições insuportáveis para sobrevivência [email protected] [email protected]”, cita a convocatória.

Rappers integrantes do Fórum de Hip Hop de São Paulo também se apresentarão na manifestação.

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.