Porto Alegre sedia debate da SEPPIR sobre ‘Oportunidades para a juventude negra’

Para participar basta enviar nome, telefone e órgão ou entidade para o e-mail: [email protected] O evento será transmitido em tempo real pelo link www.aids.gov.br/mediacenter e terá a presença da ministra Luiza Bairros

SEPPIR – Porto Alegre sedia nesta sexta-feira (24/05), o “Seminário Oportunidades para a Juventude Negra”, quinto da série de debates promovidos pela SEPPIR na etapa preparatória da III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (III CONAPIR), que acontece de 5 a 7 de novembro, em Brasília, sobre o tema Democracia e Desenvolvimento por um Brasil Afirmativo. O evento será realizado das 9h às 18h, no auditório da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Rua Siqueira Campos, 1.100, no Centro de Porto Alegre – RS.

Participam da abertura representantes do governo do estado; das secretarias de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e de Direitos Humanos (SDH), ambas da Presidência da República; da Prefeitura de Porto Alegre; da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul; da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos; do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial.

A atividade terá duas mesas de debate: a primeira às 10h e a segunda às 14h30. Para participar basta enviar nome, telefone e órgão ou entidade para o e-mail:  [email protected] O evento será transmitido em tempo real pelo link www.aids.gov..br/mediacenter.

SEMINÁRIOS TEMÁTICOS
O seminário do Rio Grande do Sul fecha o ciclo de debates realizados pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR, com o objetivo de estimular a reflexão e o diálogo sobre a temática. O primeiro aconteceu em Brasília, sobre “Desenvolvimento, Inclusão e Enfrentamento ao Racismo”. A ação faz parte das comemorações de dez anos de criação da SEPPIR e dos eventos preparatórios para a realização da III Conferência Nacional da Igualdade Racial (Conapir), que acontece de 5 a 7 de novembro, em Brasília.

Além de Porto Alegre, outras cinco capitais sediaram os debates: Salvador-BA tratou sobre “Representação Política e Enfrentamento ao Racismo; Recife-PE discutiu “Trabalho e Desenvolvimento: Capacitação Técnica, Emprego e População Negra”; São Paulo-SP abordou “Desenvolvimento e Mulher Negra”; Belém do Pará discutiu “Territórios Tradicionais Negros: Desenvolvimento e Enfrentamento ao Racismo”.

Comments (1)

  1. Cuidado! O juiz José Carlos do Vale, da 5ª Vara da Seção Judiciária do Maranhão, pode considerar que isso também é racismo…

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.