CAMAPET – Cooperativa de catadores é incendiada em Salvador

Informações encaminhadas através de Diosmar Filho:

Nesta madrugada de 12 de outubro 2012, tentaram calar de forma violenta a luta de jovens e adolescentes que estão fazendo a transformação autônoma e libertária na cidade de Salvador: a Cooperativa de Coleta Seletiva Processamento de Plástico e Proteção Ambiental – CAMAPET – sofreu um incêndio criminoso e o produto de suas lutas virou cinzas. Mas os sonhos e as esperanças, NÃO!

A CAMAPET foi fundada em 1999 e registrada em 2005, formada por jovens e adultos catadores da comunidade de Alagados/Itapagipe, resultado do processo de incubação promovida pelo Centro de Arte e Meio Ambiente – CAMA, entre 1999 e 2001, com o objetivo de formação de um empreendimento que possibilitasse a geração de trabalho, renda e inclusão dos catadores. A Cooperativa funcionava num galpão da antiga Leste do Brasil – fruto da ocupação e da resistência nas estruturas abandonadas pelo Estado Brasileiro com a privatização e sucateamento dos trens -, no bairro da Calçada, em Salvador.

Pedimos a [email protected] que conhecem essa grande e vitoriosa luta [email protected] [email protected] de resíduos sólidos de Salvador que se juntem a nós neste momento de solidariedade e em rede para colocarmos de volta no lugar certo a grande vitória do povo da Bahia. Por favor, divulguem e peçam a quem puder ajudar que faça contato com Joilson  Santana (Presidente do CAMAPET) – 8784.4383; ou Ana Karine Nascimento – 8749.4979. Email: [email protected].

Nossos sonhos não morrem; se renovam nas cinzas, eternidade a esperança do povo negro”.

Comments (1)

  1. infelizmente pessoas nocivas ao convivio social estão em contato constantes entre pessoas do bem e como nao tem competencia de se estabelecerem alimentam a destruição dos sonhos e concretização das pessoas que se entregam ao oficio de crescimento e realização, é uma pena muito grande saber deste acontecimento. mais nao desanimem sonhem e contruam esta corrente de ideias.

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.