AÇÃO URGENTE – Você pode ajudar a parar Belo Monte neste mesmo minuto!

Mensagem encaminhada por Cláudio Teixeira:

Neste exato momento, a decisão de manter Belo Monte paralisada está nas mãos do Ministro Carlos Ayres Britto, presidente do Supremo Tribunal Federal. A Advocacia Geral da União recorreu ao STF e uma decisão preliminar deve sair a qualquer momento. Precisamos agir, e a hora é já!

Abra seu e-mail AGORA e encaminhe uma mensagem ao ministro Ayres Britto ([email protected]jus.br) pedindo que ele não decida nada sem ouvir antes o Ministério Público Federal e os afetados pela usina. Uma sugestão de mensagem segue abaixo:

Excelentíssimo Senhor Ministro Carlos Ayres Britto, presidente do STF,

Nós, cidadãos brasileiros, na qualidade de detentores do único poder legítimo, democrático e soberano da nação, sabedores que a decisão de manter a obra de Belo Monte paralisada está em suas mãos neste momento, pedimos a V. Exa que, antes de pronunciar-se sobre o pedido de tutela antecipada da Advocacia Geral da União, ouça a opinião do Ministério Público Federal e, principalmente, das comunidades e populações indígenas afetadas pelas obras da barragem.

Estes são novos tempos na democracia brasileira e mundial, e exigimos que atos ditatoriais de governo não sejam mais acatados pela máxima corte brasileira, à revelia da Constituição nacional.

Nossas mensagens vão inundar a caixa de entrada de seu gabinete e seus assessores vão lhe dizer que as pessoas, os cidadãos, a nacão brasileira está pedindo que ele ouça as comunidades atingidas pela barragem antes de tomar sua importante e decisiva decisão.

Seja a mudança e a mobilização! Compartilhe, repasse, divulgue!

Vamos parar essa obra de violência e destruição!

Comments (1)

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.