Ato Público contra os assassinatos dos Militantes do Campo e da Cidade

O Ato Público foi realizado no dia 8 de agosto de 2011, no TUCA, São Paulo, mas somente agora o vídeo foi disponibilizado. O objetivo era e é o de “denunciar as ameaças e assassinatos que estão ocorrendo contra militantes dos movimentos sociais que lutam por suas comunidades e constituir uma rede de solidariedade e proteção”, segundo a APROPUC, responsável pelo evento. Lamentavelmente, como afirma a Professora Beatriz Abramides, que o organizou e dirigiu os trabalhos da mesa, o TUCA, que deveria estar lotado, se mostra tristemente vazio. E isso, como ela diz, só demonstra o quanto “a universidade está de costas para as ruas”. O vídeo vale como denúncia e pelos depoimentos das pessoas ameaçadas presentes, representando povos indígenas, quilombolas, [email protected] artesanais e outras comunidades tradicionais, [email protected] rurais e [email protected] de zonas de risco urbanas, dos mais diferentes estados. Endossamos e repetimos: os assassinatos e a impunidade não podem continuar! TP.

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.