altair sales barbosa

Altair Sales Barbosa: “O São Francisco já não é mais um rio. E a transposição vai decretar seu fim definitivo”

Professor especialista em Cerrado denuncia que disputa por água no Oeste da Bahia entre população local e multinacionais do agronegócio pode gerar situação de guerra civil 

Por Jornal Opção

Não é de hoje que o professor Altair Sales Barbosa tem sido a mais persistente voz em defesa do Cerrado. É reconhecido como uma das maiores autoridades científicas no estudo do bioma e, em sua última entrevista ao Jornal Opção, alertou sobre a irreversibilidade de sua destruição e as graves consequências que isso já está gerando. Uma delas é a aguda redução dos mananciais e reservatórios de água.

Ou seja: o desmatamento do Cerrado e sua “troca” por áreas de cultivo de monoculturas e pastagens são fatores que podem até momentaneamente favorecer a economia e aumentar o PIB nacional e o de Estados como Goiás, mas é como matar a galinha dos ovos de ouro. (mais…)

Ler Mais

Rio Doce. Foto: EFE

Decisão obriga a Samarco a continuar o fornecimento de água em Colatina

Suspensão do fornecimento de água implicará o descumprimento do compromisso socioambiental preliminar e imporá multa de R$ 1 milhão por dia

MPF/ES

Os Ministérios Públicos Federal (MPF/ES), do Trabalho (MPT/ES) e do Estado do Espírito Santo (MP/ES) obtiveram na Justiça decisão que obriga a Samarco a continuar o fornecimento de água em Colatina.

De acordo com os embargos de declaração propostos pelos Ministérios Públicos e acatados pela Justiça, foi revogada parte da decisão anterior que determinava o fornecimento de água, pela Samarco por apenas sete dias, prazo que venceu nesta quinta-feira, 17 de dezembro. Com isso, a empresa fica obrigada a fornecer água na forma do compromisso socioambiental preliminar. (mais…)

Ler Mais

Foto: João Roberto Ripper

O silêncio ruralista diante da crise da água

Confira artigo de Roberto Malvezzi, o Gogó, sobre a crise hídrica e o silêncio dos ruralistas e do setor patronal diante do progressivo acirramento dela com o modelo produtivo instalado pelo agronegócio brasileiro. Veja o artigo na íntegra:

Roberto Malvezzi* – CPT

Chama a atenção o silêncio tumular dos ruralistas diante da crise da água brasileira. Ela  está vinculada ao desmatamento, a erosão da biodiversidade e a compactação dos solos. O ciclo das águas é uma teia de relações complexas que permite sua fluência e a existência da vida. (mais…)

Ler Mais

Reprodução de Jornal Figueira

Órfãos: Morte do Rio Doce deixa rastro de incertezas na aldeia Krenak

Gina Pagu – Jornal Figueira

O choro de lamentação da índia Krenak na margem do rio Doce já dura mais de um mês. O sofrimento do povo que tem o rio como pai e mãe, como aquele que traz o sustento e aprendizado da vida indígena, ainda está latente. E não saber o que fazer, como agir daqui pra frente, é o pensamento único de uma tribo que une o senhor Euclides, de 105 anos – índio mais velho da tribo – e Isaque, um recém-nascido de um mês de vida. O mais velho viu o rio, ensinou a pesca e a natação para os filhos e netos. O bebê não poderá tão cedo ter o rio Doce no seu dia a dia para aprender a cultura e sobrevivência por meio deste ente querido.

Geovani Krenak explica que o rio é como uma religião. “Nosso povo mantém uma relação de crença muito forte com o rio e estamos totalmente desorientados com relação a como nos comportar diante da situação. Para nós é algo sagrado, é a natureza, mas é para nós mais que vida. (mais…)

Ler Mais

Fred Loureiro/Secom ES

ONU pede acesso urgente a água segura em áreas atingidas por lama da Samarco

Maiana Diniz – Repórter da Agência Brasil

O relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Direito Humano à Água Segura e ao Saneamento Básico, Léo Heller, disse que o governo brasileiro tem obrigação, de acordo com a Lei Internacional dos Direitos Humanos, de intervir a favor da população afetada pelo rompimento da barragem de rejeitos no município de Mariana, em Minas Gerais. (mais…)

Ler Mais

MPF move ação para que União garanta fornecimento de água a indígenas

Perícia constatou que aldeias do Sul Fluminense não estão sendo abastecidas satisfatoriamente com água potável e não apresentam condições de saneamento básico

MPF/RJ

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro moveu ação civil pública contra a União para assegurar o efetivo e satisfatório fornecimento de água potável à população indígena das aldeias de Angra dos Reis e Paraty, e condições adequadas de saneamento básico, como a implantação de esgotamento sanitário e melhorias sanitárias nas aldeias (construção de banheiros, privadas, fossas sépticas, pias de cozinhas, lavatórios, tanques, filtros, reservatórios de água e similares de resíduos sólidos), conforme previsto na lei orçamentária, a fim de efetivar o direito fundamental à saúde. (mais…)

Ler Mais

crise hidrica

País precisa restaurar ‘ciclo das águas’ para enfrentar crise de dimensão nacional. Entrevista com Roberto Malvezzi

“A crise não é produto de um só fator, mas resulta de um processo histórico de destruição dos elementos fundamentais que garantiam o ciclo das águas”, avalia Roberto Malvezzi, da Pastoral da Terra

por Helder Lima, da RBA

A crise de abastecimento de água vivida hoje pelo país, que também afeta a produção de energia hidrelétrica, tem um horizonte que vai além da seca histórica pela qual o país passa. “A crise não é produto de um só fator, mas resulta de um processo histórico de destruição dos elementos fundamentais que garantiam o ciclo das águas”, avalia Roberto Malvezzi, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), em Juazeiro, na Bahia. (mais…)

Ler Mais

FOTOS: FABIOLA VALLE
LUGAR: LAGUNA EL PEROL EN HUASMIN, CAJAMARCA

Cajamarca se moviliza este jueves contra la actividad minera

Servindi – Habitantes de las 13 provincias de Cajamarca llegarán este jueves 26 de noviembre hasta la capital de la región para manifestarse pacíficamente contra la actividad minera de empresas como Yanacocha, Coimolache y Gold Fields.

La medida se tomó luego de que se comprobara que el proyecto minero Conga, de la empresa Yanacocha, se encuentra en ejecución en la provincia de Celendín, explicó en su momento Ydelso Hernández Llamo, presidente de la Central Única Nacional de Rondas Campesinas del Perú (CUNARC-P). (mais…)

Ler Mais

mst aracruz

MST realiza ocupação em propriedade da Fibria no ES

Mais 150 famílias do MST ocuparam a Fazenda Agril, cuja área tem mais de 8 mil ha e é utilizada para desviar água do Rio Doce e abastecer a fábrica da empresa.

Da Página do MST

Na última sexta feira (20), mais 150 famílias do MST ocuparam a Fazenda Agril da Fíbria, cuja área tem mais de 8 mil ha e é utilizada para desviar água do Rio Doce e abastecer a fábrica no município de Aracruz, onde a empresa mantém seus plantios de eucalipto em territórios que outrora viviam comunidades indígenas e quilombolas.  (mais…)

Ler Mais

Justiça obriga Incra a implantar sistema de abastecimento de água em assentamento

Mais de 140 pessoas do Assentamento José dos Anjos, no Triângulo Mineiro, sofrem há mais de 10 anos com a falta d’água, o que inviabiliza inclusive o desenvolvimento de atividades produtivas

MPF/MG

O Ministério Público Federal (MPF) obteve liminar que obriga o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) a implantar, no prazo de 12 meses, toda a infraestrutura necessária para captação e distribuição de água às famílias do Projeto de Assentamento José dos Anjos, localizado no município de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. (mais…)

Ler Mais