Agência Efe: Apoiadores do Podemos comemoram resultados do partido nas eleições da Espanha

Podemos é a grande surpresa das eleições espanholas

Podemos conseguiu, além de uma excelente votação em toda a Espanha, votações surpreendentes no País Basco e na Catalunha, duas regiões com fortes movimentos nacionalistas que, porém, acabaram relegados a posições inferiores

Por Raphael Tsavkko Garcia, de Bilbao (Espanha), no Opera Mundi

O Podemos é a grande surpresa nas eleições espanholas. Pese a vitória do PP (direita), atualmente no governo, seus votos são insuficientes para a formação de um governo sem apoios, sendo necessária uma coalizão com o Ciudadanos (que não alcançaria a maioria absoluta) ou com o PSOE, o que não seria impensado. O Podemos conseguiu obter mais votos que o PSOE, pese ter obtido um menor número de cadeiras e o Ciudadanos, depois de um crescimento astronômico acabou como quarta força, aquém do que esperavam, mas muito além das previsões de poucos meses atrás. (mais…)

Ler Mais

A Dinamarca deve receber 20 mil refugiados até ao final do ano. Foto de Alkis  Konstantinidis, Reuters

Porque é que os dinamarqueses não se indignam com o que fazem aos refugiados?

Eurodeputado do partido do primeiro-ministro Rasmussen mudou-se para os sociais-democratas e acusou o Governo de estar a vender a alma à extrema-direita, com a lei para confiscar jóias aos requerentes de asilo.

Por Clara Barata, em Público

O pacote de reforma da lei da imigração e asilo que o Governo dinamarquês está a preparar para ir a votação em Janeiro, e que inclui a confiscação de dinheiro ou jóias e outros objectos a refugiados que pareçam ter um valor superior a 3000 coroas (400 euros), levou um eurodeputado do partido do primeiro-ministro liberal Lars Lokke Rasmussen a passar para uma formação de esquerda, o Partido Social-Democrata. O Governo, diz, vendeu-se à extrema-direita do Partido do Povo Dinamarquês, que o apoia no Parlamento. (mais…)

Ler Mais

raul obama

Um ano após anúncio de reaproximação, relação entre EUA e Cuba tem desafios

Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil

Após mais de 50 anos de rompimento de relações diplomáticas, os Estados Unidos e Cuba anunciaram há um ano que iriam começar uma reaproximação. O anúncio histórico foi feito pelos presidentes Barack Obama e Raúl Castro.

Separados por apenas 150 quilômetros pelo Estreito da Flórida, os países não tinham relações diplomáticas desde 1961. O embargo econômico, comercial e financeiro contra Cuba foi imposto pelos Estados Unidos em 1962.

No dia 20 de julho, os Estados Unidos e Cuba reabriram suas embaixadas em Havana e Washington, reatando oficialmente as relações diplomáticas. (mais…)

Ler Mais

clima

“Mudemos o sistema, não o clima!”, diz Michael Löwy sobre o acordo climático de Paris

A montanha COP-21 pariu um rato. Se quisermos evitar a catástrofe, temos de ir além do falatório e atacar as verdadeiras raízes do problema

Por Michael Löwy* – MST

Que imenso sucesso! A COP-21 é um verdadeiro acontecimento histórico! Mais do que isso, é um verdadeiro milagre! Pela primeira vez na história, 195 chefes de Estado se encontraram para discutir uma resolução comum. (mais…)

Ler Mais

Acordo climático global é saudado por sinalizar rompimento com combustíveis fósseis

Por Alister Doyle e Barbara Lewis, na Reuters

PARIS – O ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, apresentou um acordo climático global sem precedentes neste sábado, uma medida que objetiva dentro de décadas transformar a economia mundial movida a combustíveis fósseis e virar o jogo na luta contra o aquecimento global.

No fim do ano mais quente já registrado e após quatro anos de conversas tensas na Organização das Nações Unidas (ONU), nas quais muitas vezes os interesses de nações ricas e pobres entraram em conflito e ilhas ameaçadas enfrentaram potências econômicas em ascensão, Fabius exortou as autoridades de quase 200 nações a apoiaram o que espera ser um rascunho final. (mais…)

Ler Mais

151209-Tempestade

As tempestades que rondam a América Latina

Vai terminando a primeira grande onda de governos populares.Retrocessos começaram, mas haverá resistência. Que aprender com os erros? Como preparar uma retomada?

Por Raúl Zibechi | Tradução: Gabriel Filippo Simões – Outras Palavras

O fim do ciclo progressista implica na dissolução de hegemonias e no início de um período de dominação, de maior repressão aos setores populares organizados. Até agora, temos comentado as causas do fim desse ciclo; agora é preciso começar a compreender as consequências – tremendas, pouco atraentes, demolidoras em muitos casos.

A recente eleição de Mauricio Macri na Argentina é uma guinada à direita que reacende a chama do conflito social. A resposta dos editores do conservador jornal La Nación, na forma de um editorial que defende abertamente o terrorismo de Estado é uma amostra do que está por vir, mas também das resistências que o projeto da direita tradicional terá de enfrentar. (mais…)

Ler Mais

cop21

COP-21: O risco de ser mais um pacote de promessas vazias. Entrevista especial com Lucia Ortiz

“Os Direitos Humanos estão no centro dos ataques durante esta COP, justamente quando a questão das mudanças climáticas e das políticas necessárias para conter um aumento de temperatura catastrófico deveria ter como centro as suas vítimas e a proteção dos seus direitos como objetivo”, diz a coordenadora do programa Justiça Econômica e Resistência ao Neoliberalismo da ONG Amigos da Terra

Por Patricia Fachin – IHU On-Line

Depois da primeira semana de negociações na COP-21, que iniciou em Paris no dia 30-11-2015, alguns pontos centrais ainda continuam “entre colchetes”, o que significa dizer que os países ainda não chegaram a um acordo sobre eles, como a discussão sobre qual será o limite da temperatura aceitável, 1,5 ou 2 graus, “reconhecendo 2 graus já como um nível perigoso de aquecimento global”, frisa Lucia Ortiz na entrevista a seguir, concedida à IHU On-Line por e-mail. (mais…)

Ler Mais

mercosul

América do Sul: uma guinada à direita? Entrevista especial com André Bojikian Calixtre

“Não é mais possível ignorar as classes populares. Então, todo o processo de mudança radical na política, dentro de uma democracia, terá de considerá-las”, diz o economista

Por Patricia Fachin – IHU On-Line

“O que vimos no final da década de 1990 foi o surgimento de governos progressistas com base no fracasso do modelo anterior; o que estamos vendo hoje é a reorganização de governos conservadores com base no sucesso do modelo atual, tanto no sucesso econômico — de aumentar o dinamismo econômico — quanto no sucesso de retomar a coesão social, reduzir desigualdades e aumentar a inclusão social”, afirma André Bojikian Calixtre, na entrevista a seguir, concedida à IHU On-Line por telefone. (mais…)

Ler Mais

191115REDD

Clima: problema verdadero, falsas soluciones – REDD+

Cobertura La Vía Campesina – COP21

Las Falsas Soluciones – Reducción de las emisiones producidas por la deforestación y la degradación (REDD+)

3. REDD+ – Una de las soluciones más promovidas por el capitalismo verde

«Reducción de las emisiones producidas por la deforestación y la degradación», una gran ambición ¡y con un + que la acompaña! El mecanismo es simple: Los países (o poblaciones locales, asociaciones, etc.) con importantes recursos forestales evalúan lo que les cuesta económicamente no destruir el bosque y la cantidad de carbono que de esta forma se evita emitir a la atmósfera. (mais…)

Ler Mais

Comunicado COP21

Centenares de campesinos del mundo movilizados para la COP21

Comunicado La Vía Campesina – La Coordinadora Europea de La Vía Campesina – Confederación Campesina de Francia

Harare, 2 de Diciembre de 2015 – Desde hace varios años, La Via Campesina se moviliza en cada Conferencia de las Partes (COP) organizada en el marco de la Convención-Marco de las Naciones Unidas sobre el Cambio Climático (CCNUCC-UNFCCC). Obligados a emigrar cuando las catástrofes ambientales devastan sus tierras, los campesinos y campesinas de todo el mundo son las primeras víctimas de los desajustes climáticos. Pero este aspecto, el más visible, no es más que una ínfima parte de un problema mucho mayor. (mais…)

Ler Mais